top of page
  • Vinho Magazine

Sommelier da Aurora entre os melhores do RS

Marcelo dos Santos obteve a segunda colocação na competição promovida pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS) em Bento Gonçalves


Legenda: Marcelo dos Santos, da Cooperativa Vinícola Aurora, ficou com a segunda colocação no Concurso Melhor Sommelier do RS 2023          Crédito: Cleber Brauner
Marcelo dos Santos, da Cooperativa Vinícola Aurora, ficou com a segunda colocação no Concurso Melhor Sommelier do RS 2023. Crédito: Cleber Brauner

O sommelier da Cooperativa Vinícola Aurora Marcelo dos Santos foi eleito um dos três melhores profissionais da categoria no Rio Grande do Sul em 2023. No último sábado (3), Marcelo ficou em segundo lugar no Concurso Melhor Sommelier do Estado, promovido pela seccional gaúcha da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS). Estreando em finais, ele competiu com Deisi da Costa, campeã em 2020, e Luis Gustavo da Silva Buske, primeiro colocado do certame em 2022 e 2023.


Marcelo é natural de Frederico Westphalen (RS), atua há quase cinco anos na Aurora, e é formado pela própria ABS-RS. Na cooperativa realiza atendimento aos clientes na loja Matriz, degustações orientadas e treinamentos para fornecedores. Também conduz o serviço na unidade de Pinto Bandeira, além da criação e adaptação de fichas-técnicas de produtos.

Crédito: Cleber Brauner
Crédito: Cleber Brauner

“Ter ficado entre os três finalistas já foi uma grande vitória. Competi sem uma preparação prévia e específica para o concurso, apenas com o conhecimento que adquiri ao longo dos anos. Ser reconhecido como o segundo Melhor Sommelier do Rio Grande do Sul significa uma conquista profissional e pessoal que vem coroar esse trabalho”, destaca Marcelo.


Ele conta que a maior dificuldade da final foi administrar o tempo, já que em apenas 30 minutos precisou cumprir etapas que vão desde a degustação, serviço do vinho, harmonização e demonstração de conhecimentos gerais sobre vinhos do mundo todo.


“Além do tempo, as surpresas no percurso, como abrir a garrafa magnum e ter desenvoltura para conhecer o menu que foi solicitado também foram testes com alto grau de dificuldade”, resumiu.


Marcelo avalia que concursos como o realizado pela ABS-RS demonstram ao público o quanto é importante a profissão de sommelier para que se tenha uma boa experiência com o vinho. Ele acrescenta que ser sommelier vai além de degustar, mas atender bem, se relacionar e estudar bastante, e valoriza a importância da Aurora em sua jornada profissional.


“A Aurora é uma importante fonte de inspiração. Muito do que sei aprendi na cooperativa. E se hoje sou o 2º Melhor Sommelier do RS, tenho certeza que a Aurora faz parte disso. Representar a maior cooperativa vinícola do Brasil e as mais de 1,1 mil famílias associadas é uma grande honra e responsabilidade”, reconhece.


Um dos membros do júri, Júlio César Kunz, presidente da ABS-RS, destacou a coragem dos finalistas em se colocarem à prova. Segundo ele, a profissão de Sommelier exige que os profissionais se exponham e quem ganham são os consumidores por contarem com um serviço com excelência cada vez maior.


Presidido por Maurício Roloff (diretor da ABS-RS), o júri ainda foi composto por Ricardo Morari (presidente da ABE), Patrícia Binz (diretora da ABS-RS); Angélica Brandalise (gestora do Sebrae RS), Marcelo Vargas (diretor da ABS-RS), Karina Licks Zini (gerente do Hotel e Spa do Vinho), Andreia Gentilini Milan (diretora da ABS-RS), Rodrigo Bellora (chef do Valle Rustico), Wallace Gonçalves (Melhor Sommelier do Brasil de 2022), Lucia de León (inspetora do INAVI), Jussara Konrad (gestora da Wine South America) , Michel Waller (jornalista), Gladimir Zanella (diretor do SEGH Região Uva e Vinho) e Marcos Graciani (diretor da ABS-RS).

תגובות


bottom of page